Dicas

E agora?

Durante esses longos anos de espera pelo “parto” do meu precioso primogênito, aprendi algumas coisas importantes, que todo novo autor deveria saber. Pequenas regras que  me impus e aprendi a seguir durante a jornada ao caminho da publicação.

Terminei de escrever meu livro, e agora?

Essa é a questão que a maioria dos novos autores se faz. Eu sei. Foi a primeira coisa que pensei depois que concluí meu texto. Mas questão é: você tem certeza de que seu livro está pronto?

1- O árduo trabalho de revisão e edição.

Quando decidi que queria tornar meu texto em um livro, pensei: “Agora é só enviar para a editora. Meu livro está pronto!”. *Bléééééé*  Pensamento errado!

Eu não sabia na época, mas o obvio, o imprescindível antes de começar a enviar seu original para as editoras é revisar, revisar, revisar e revisar mais um pouco.

Não se convença tão fácil de que com apenas uma revisão você conseguirá um texto perfeito. Ainda que você se saia muito bem escrevendo, erros ortográficos e de coerência passarão despercebidos por seus olhos. Por que? Porque você está familiarizado com sua história, você sabe o acontecerá no próximo parágrafo,  e isso faz com que nossos olhos não visualizem pequenos erros. E mais: você sempre achará seu texto legal, divertido, ou seja qual for o sentimento que melhor descreva ele.

E isso é errado? Não, jamais! Só mantenha a mente aberta para as críticas.

Uma ótima dica é pedir para que alguém leia seu original. Busque um blogueiro em que você confie, que você conheça o trabalho. Aquele blogueiro que comenta erros ortográficos, que observa a narrativa e o enredo de um livro, que costuma fazer resenhas mais analíticas e críticas. Ele será a escolha certa.

Alguns desses blogueiros cobram por esse trabalho, por isso converse com ele sobre custos. Lembre-se de que não existe (não que eu conheça) algum escritor que nunca tenha tirado algum dinheiro do bolso. Seu original não é apenas um trabalho, é um investimento, e se você quer de verdade seguir o caminho da literatura, você precisa investir na qualidade de seus textos.

Por experiência própria digo: gastei muito dinheiro com revisores, mas nenhum conseguiu ser tão eficaz quanto minha amiga blogueira Aione Simões. O que me fez decidir a próxima revisão será destinada a ela. E não importa o valor cobrado, eu sei que será um dinheiro muito bem gasto.

Revisores são importantes, sim, mas pesquise sobre o trabalho dele, informe-se no que ele pode te ajudar, assim seu dinheiro será melhor gasto. 😉

“Ah, mas meu amigo leu e achou legal!”

Elogios sobre o enredo são deliciosos. Nos enche de entusiasmo, isso é muito bom, mas não deixe de lado a ideia de que você precisará de alguém que analise seu texto além das “aparências”.

2- Paciência, gafanhoto, paciência!

Depois de pesquisar sobre as editoras, sobre a linha editorial de cada uma, e os requisitos de envio de originais, resta esperar.

Esperar por uma resposta, para mim, é a parte mais angustiante, cansativa do processo de publicação. Existem editoriais que demoram até um ano para entrar em contato com o autor, isso se o original for aprovado, já que grande parte das editoras brasileiras não contata autor que teve seu texto recusado; isso porque o número de recebimento de originais é muito grande. E esse processo de resposta custa tempo, um tempo que pode ser investido na leitura de outro original.

O ideal é não enviar seu livro para uma única editora, envie para várias. Escolha as que têm um prazo de resposta parecido. Por exemplo: As editoras W, X, Y e Z demoram até 6 meses para dar uma resposta. Então envie seu original para as quatro!

2.1- Não queira seu livro publicado pela primeira editora que lhe aceitar. Pesquise sobre ela!

“A editora Y que me publicar! Eu aceito?”

Não!

Não sem antes conversar com outros autores que publicaram por ela. A editora é confiável?

Não sem antes conversar com a pessoa que entrou em contato com você e perguntar sobre os custos. Você irá precisar pagar pela publicação? Quanto? Você precisará comprar exemplares do seu livro? Quantos?

Aí fica a questão: Se você precisar pagar pela publicação, se você precisará comprar exemplares do livro, quanto você poderá gastar, está disposto a isso?

4- Não consegui publicar por nenhuma editora.

Se você não conseguiu conquistar nenhuma editora, não desanime.

Ainda há a opção de autopublicação. Você não precisa gastar dinheiro para publicar, existem sites como o Clube de Autores e o PerSe que oferecem esses serviços de forma gratuita.

Se você ainda tem receio deste tipo de publicação, uma matéria da Folha de São Paulo mostra como a autopublicação vem crescendo e ganhando espaço. Além de citar alguns autores, hoje consagrados, que começaram de forma independente.

5-E depois da publicação, o que fazer?

Esta parte fica para um próximo post, combinado?

Ainda não cheguei lá, mas estou quase!

Por isso, espero ter ajudado um pouco até aqui.

Volto em breve para falar sobre a segunda parte de nosso “mini curso”, e com a data de lançamento do meu livro.

Beijos a todos.

Anúncios

5 comentários em “E agora?

  1. Oie Multi =)
    que bacana esse teu post realmente gostei e é bem útil para os que estão seguindo esse caminho, só não tenho essa pretensão, rsrs, tá já pensei em escrever um livro, que não? contudo isso faz tanto tempo, mas isso já saiu do meu pensamento há anos e não mais. rsrsrs
    beliscões carinhosos minha amiga, saiba que sempre estou aqui torcendo por você, tá posso ser uma dessa amiga que falou que teu livro é legal, shaushausha, porém eu realmente gostei dele e olha que estava “cru” nossa já estou aqui ansiosa esperando quando ele estiver assado :p

    1. Ei, não sei se você lembra, mas me deu dicas muito importantes, viu mocinha? E eu agradeço eternamente a você! 🙂 A ansiedade sempre aperta, mas agora falta pouco! Logo, logo ele estará aí com você! 0/

  2. Além de utilidade pública, fiquei toda emocionada com sua menção a mim *.*
    Saiba que eu fico muito feliz em ter te ajudado de alguma maneira e que torso DEMAIS por você!
    Beijão, querida!

    1. Mi, sua linda, obrigada pela visita! 🙂
      Eu que lhe agradeço pela baita ajuda que você me deu!
      Obrigada pela torcida. Isso me deixa muito feliz! *—*
      Beijos flor!

Conte-me o que achou. Meu blog se alimenta de seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s