Citação

O Mal do Amor

Neil Hilborn é um americano que vive em Minnesota. Em 2011 graduou-se com honras de Macalester College e desde então tem se envolvido no mundo da poesia e da escrita, fazendo parte de vários times que entram em competições de poesia. Ele sofre de transtorno obsessivo-compulsivo, um tipo de transtorno de ansiedade. As pessoas com TOC se sente continuamente obrigadas a repetir as ações e palavras.

A primeira vez que eu a vi …

Tudo em minha cabeça se silenciou

Todos os tiques, imagens constantes desapareceram.

Quando você tem TOC, na verdade não tem momentos de silêncio.

Mesmo na cama eu estou pensando:

Fechei as portas? Sim

Lavei as mãos? Sim

Fechei as portas? Sim

Lavei as mãos? Sim

Mas quando eu a vi, a única coisa que eu consegui pensar foi na curva do garfo de seus lábios.

Ou o cílio em sua bochecha

O cílio em sua bochecha

O cílio em sua bochecha.

Eu sabia que tinha de falar com ela

Eu a convidei para sair seis vezes em trinta segundos.

Ela disse que sim, na terceira vez,

mas nenhuma das vezes que eu pedi ela se sentiu bem, então eu tinha que continuar fazendo isso.

Em nosso primeiro encontro,

Passei mais tempo organizando a minha comida por cores do que passei comendo ou falando com ela.

Mas ele adorou.

Ela adorava que eu tivesse que beija-la para me despedir 16 vezes, ou 24 se fosse quarta-feira.

Ela amava que eu tomasse todo o tempo caminhando até sua casa porque havia muitas rachaduras na calçada.

Quando fomos morar juntos, ela disse que se sentia segura,

como se ninguém fosse para roubar, porque eu definitivamente tinha fechado a porta 18 vezes.

Eu sempre olhava sua boca quando ela falava

Quando ela falava

Quando ela falava

Quando ela falava

Quando ele falava;

Quando ela disse que me amava, sua boca se curvava para cima nas bordas.

À noite, ela se deitava na cama e me via apagar todas as luzes, e acendê-las e apagá-las, e acendê-las e apagá-las, e acendê-las e apagá-las, e acendê-las e apagá-las, e acendê-las e apagá-las, e acendê-las e apagá-las, e acendê-las e apagá-las, e acendê-las e apagá-las, e acendê-las e apagá-las, e acendê-las e apagá-las.

Ela fechava os olhos e imaginava que os dias e noites passavam na frente dela.

Algumas manhãs, comecei a beijá-la para me despedir e ela foi embora, porque eu a estava fazendo chegar tarde no trabalho.

Quando eu parava nas rachaduras na calçada, ela seguia caminhando.

Quando dizia que me amava, sua boca era uma linha reta.

Ela disse que eu estava tomando muito do seu tempo.

Na semana passada, começou a dormir na casa de sua mãe.

Ela disse que nunca devia ter deixado eu me apegar tanto a ela, que tudo isso foi um erro,

mas … Como pode ser um erro se não tenho que lavar as mãos depois de tocá-la?

O amor não é um erro, e está me matando que ela possa sair dessa e eu não.

Eu não posso

Eu não posso sair e encontrar alguém novo, porque eu sempre penso nela.

Normalmente, quando eu fico obcecado com alguma coisa, eu vejo os germes se esgueirando na minha pele.

Eu me vejo sendo atingido por uma fila interminável de carros.

E ela foi a primeira coisa linda que me deteve.

Eu quero acordar todas as manhãs pensando na forma em que ela agarra o volante.

Como abre a torneira do chuveiro, como se estivesse abrindo um cofre.

Em como sopra as velas

como sopra as velas

como sopra as velas

como sopra as velas

como a sopra…

Agora eu só penso em quem a está beijando.

Eu não posso respirar, porque ele a beija só uma vez – não se importa se é perfeito!

Eu a quero de volta tanto que …

Eu deixo a porta destrancada.

Eu deixo as luzes acesas.

Fonte: El Comercio

Anúncios

4 comentários em “O Mal do Amor

  1. Ainda pode amar de novo, de novo, de novo, de novo… Porque o ser humano nasceu para amar e precisa dividir esse amor com outras pessoas w outras pessias. Lindo! Amei…

Conte-me o que achou. Meu blog se alimenta de seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s