Conquiste o Leitor Desde As Primeiras Páginas

Imagine-se entrando em uma livraria numa tarde quente. O ar-condicionado deixando o clima agradável, o cheiro de livros lhe deixando mais a vontade… Então você vê “O” livro. Com aquela capa hipnotizante, o título misterioso.

Você não resiste, mesmo sabendo que precisa fazer algo muito importante dali a vinte minutos.

Você caminha em direção ao livro, pega-o, lê a contracapa, fica fascinado com a sinopse, lê a “orelha”, e seu interior grita por mais! Insaciável você continua… pula os dados catalográficos, pula o agradecimento do autor, pula o índice. As folhas sob seus dedos parecem tão macias, tão convidativas. Continuar lendo “Conquiste o Leitor Desde As Primeiras Páginas”

Anúncios

Dicas Para Jovens Escritores

Passeando por blogs estrangeiros, encontrei esse post com dicas fantásticas para nós, escritores.

Os créditos do texto pertencem a Piluca Vega e Fernando Riquelme, via Páginatres.

****

“Escrever é um dom, uma técnica ou uma arte?

O escritor nasce, ou se faz?

Se escrever é um dom com o qual se nasce, temos que desenvolvê-lo, melhorá-lo e praticá-lo.

Se é uma técnica a desenvolver devemos aprender, exercitar, praticar e promover.

Tudo isso, cedo ou tarde, se tornará arte. A criatividade é o motor e a gasolina é perseverança. Continuar lendo “Dicas Para Jovens Escritores”

O Zen e a Arte da Escrita

Ray Bradbury se tornou famoso pelo clássico livro Fahrenheit 451, que foi adaptado em 1966 por Fraçois Truffaut. Mas além disso, Ray publicou mais de 500 contos, romances, roteiros e poemas desde que sua primeira história foi publicada na revista Weird Tales, quando ele tinha apenas 20 anos.

Com tanto material escrito, quem melhor poderia nos ensinar o zen e a arte da escrita se não o próprio Ray Bradburry?

Quando li sobre este livro, sabia que precisava tê-lo.

Assim que decidimos começar a escrever, como hobby ou profissionalmente, toda e qualquer ajuda e/ou dica é sempre muito bem-vida. Vinda de um autor tão bem sucedido como o Sr. Bradburry, essas dicas são divinas. Continuar lendo “O Zen e a Arte da Escrita”

O Árduo Caminho da Literatura

escrevendo

Não importa se você já percorreu todo o caminho, se está na metade ou se chegou à publicação. As crises de dúvidas e de falta de fé sempre estarão te cercando.

Pode parecer bobagem (ou não, se você já sentiu o mesmo), mas agora, há poucos passos da publicação, eu, entrei em crise. A duvida bate mesmo: “estou no caminho certo?”, “e se eu fracassar?”.

Acontece que quando mais perto do objetivo, mais perto da realidade, os sonhos vão ganhando peso e se tornando maior do que imaginávamos, parecem maior do que nossas costas podem aguentar. E por mais apoio que recebamos, nos sentimos sozinhos, perdidos, desorientados. Continuar lendo “O Árduo Caminho da Literatura”

Como Escrever Uma Boa Sinopse

Seria a sinopse, o carma de todo escritor? Porque é assim que eu me sinto em relação àquele pequeno resumo na contra-capa de um livro.

Para meu alívio e felicidade, compartilho com vocês essas dicas divinas que encontrei em um blog que costumo visitar sempre que posso.

Adianto, desde já, meu muitíssimo obrigada a Nerea, por me permitir publicar seu texto aqui.

Vamos às dicas! Continuar lendo “Como Escrever Uma Boa Sinopse”

E agora?

Durante esses longos anos de espera pelo “parto” do meu precioso primogênito, aprendi algumas coisas importantes, que todo novo autor deveria saber. Pequenas regras que  me impus e aprendi a seguir durante a jornada ao caminho da publicação.

Terminei de escrever meu livro, e agora?

Essa é a questão que a maioria dos novos autores se faz. Eu sei. Foi a primeira coisa que pensei depois que concluí meu texto. Mas questão é: você tem certeza de que seu livro está pronto? Continuar lendo “E agora?”